Criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey

O calor de Death Valley

September 7, 2017

 Dando continuidade aos posts da viagem de 2016 (ainda hehe), nesse vou contar sobre nossa passagem rápida, e sufocante, pelo Death Valley National Park, caminho que escolhemos para chegar à Las Vegas.

    O nosso roteiro do dia foi: saída cedinho de Mammoth Lakes, umas 6h30, paradas rápidas pelo deserto, incluindo o almoço em Furnace Ceek e chegada em Las Vegas umas 15h30...

 

      Sobre o Death Valley, não, o lugar não tem esse nome à toa. Extremamente seco e quente, o Vale da Morte estava marcando 46°C no dia em que passamos por ele (metade de junho). É sufocante, tanto que não tiramos muitas fotos, pois nem conseguíamos ficar muito tempo fora do carro. Quem acompanhou pelos snaps viu eu dando risada do meu namorado indignado que a sola do chinelo dele estava grudando no asfalto, de tão QUENTE. 

    Usamos o parque como passagem, mas há viajantes que ficam por dois ou três dias. Tem muitos pontos famosos por lá, como o ponto mais baixo do nível do mar - Badwater - , o Vale da Lua, Devils Golf Course... buuut, nós só paramos no Zabriskie Point, que tem um mirante central bem perto da rodovia principal. Também paramos para comer algo em Furnace Ceek, um vilarejozinho bem "temático", com um restaurante, onde comemos, uma lojinha de souvenires, que estava fechada e uma estação de trem antiga, que decora o local. Depois disso, estrada cênica, deserto e mais estrada.

 

Algumas dicas:

- Encha o tanque do carro no local que você sair, pois é difícil passar por um posto no parque hein, não lembro onde exatamente passamos por algum .

 

- Vale a parada no restaurante para ir ao banheiro. No parque há paradas com banheiros públicos, mas não consegui usar, sabe por quê? Fiquei com medo hahaha quando abri a tampa do vaso era um buraco negro sem fundo, deu uma leve aflição sentar naquilo e não saber o que tem embaixo.

 

- Leve bastante água, porém, se achar uma maneira de mantê-las sempre geladas, melhor. As garrafinhas que levamos esquentaram muuuito rápido.

 

- Vá com roupas leves, óculos, chapéu ou boné, além de passar muuuuito protetor solar. O SOL lá é CRUEL.

 

Zabriskie Point

     Infelizmente não posso dar muitos outros detalhes, pois realmente foi só uma passada pelo parque. Pesquisas em outros blogs me ajudaram muito a decidir se passávamos por ali ou se íamos por outro caminho, então pesquise, pesquise e pesquise, caso esteja planejando a visita. 

      Foi rápido, mas valeu a pena!!! Só assim posso contar que estive em um lugar tão quente quanto o Vale da Morte.

 

Beijos

Mariah

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload