Criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey

Os encantos do Deserto do Atacama - CH

September 1, 2018

Deserto do Atacama, tá aí um lugar que há tempo queria ir e, finalmente, em maio desse ano, fui. ME APAIXONEI! Por tudo: San Pedro é lindinha pra caramba, a agência que nos recebeu foi perfeita, os passeios são incrivelmente lindos, a cultura é muito viva e o respeito que todos tem pelo lugar é admirável. Ficamos 4 e 1/2 dias e aqui conto tudo o que conheci e descobri por lá.

1° dia: Pegamos o voo de Santiago a Calama às 8h00, com a Sky airline (comprei passagem direto no site deles). Chegando em Calama - sem as malas (pausa para o desespero), nosso transfer já estava nos aguardando para irmos até San Pedro do Atacama. Até então não sabíamos o nome da empresa contratada, pois reservei pelo site denomades.com. Não se preocupe, se prefere comprar na hora, opções de empresas que levam até San Pedro não faltarão e os preços são bem parecidos entre uma e outra.

 

Chegamos em San Pedro por volta das 13h e saímos atrás de algo pra comer. Como tínhamos pressa and fome, entramos num restaurante charmosinho que estava servindo um menu por 9.000 pesos (uhuuu, bora economizar). Nos próximos dias descobri que isso é médio/caro e que tem outras opções legais por metade desse preço. 

 

ÀS 15h a agência Araya (no final do post falo sobre nossa escolha) nos pegou no hotel pra irmos ao primeiro passeio: Valle de La Luna e Valle de La Muerte. É um bom passeio para aclimatação, pois não é tão alto, além dele ser de meio dia, bom para encaixar no dia da chegada. Depois de pernearmos pelo Valle, paramos no Valle de La Muerte para o coquetel com vinhos e contemplar o pôr do sol. Mas QUÊ por do sol bebê, Atacama nos deu boas vindas em grande estilo.

 

Obs.: Levem casaco quente ou um corta vento para o final da tarde, apesar da andança, esfria e venta bastante.

 

PS.: nossas malas chegaram no hostel às 22h30, para nosso alívio.

2° dia: Às 8h00 agência nos pegou para irmos às Lagunas Escondidas. São sete lagoas, sendo que duas delas conseguimos entrar. Escolhemos a que tem mais sal, para termos a experiência de flutuação e apesar de mega gelada a água, valeu a pena. É um passeio considerado novo, pois foi liberado pelo povo local há pouco tempo. Lindíssimo e vale conhecer, já que tem lagoas de um tom de azul inacreditável. No final do passeio, era umas 12h30, paramos para o almoço topíssimo da agência, com direito a Ceviche, vinho branco e frutinhas.

 

Comemos e voltamos para San Pedro, conseguimos dar um rolêzin pela vila, conhecemos a Igreja fofa demais, de 1745 (pasmem), tiramos algumas fotos e, de volta ao hotel, a agência nos pegou às 15h para o passeio Caravana Ancestral - acho que o mais interessante de todos que fizemos e muita gente me perguntou dele, pois poucos fazem. O motorista nos deixou no meio do deserto com uma guia local, Sandra, seu dog Edu e com suas lhamas domesticadas, que seriam nossas parceiras por todo o passeio. Sim, cada um escolheu a sua e as guiamos por todo o caminho. Sandra nos ensinou muito sobre a cultura e costumes locais e é isso que faz o passeio valer super a pena! Minha parceira foi a Blanca, saudades S2

 3° dia: nesse dia saímos mais cedo, às 7hr, para um dos passeios mais famosos de lá: Salar de Tara. Dura o dia todo, pois fica mais distante de San Pedro, além de irmos parando para fotos durante o percurso. Todo o caminho é lindo e até chegarmos lá, os guias vão nos cantando histórias locais. Paramos para o café da manhã em frente ao conjunto de esculturas rochosas chamado "Os monges", que dizem ser guardiões do local. Nesse local ventava muuuuito, então vá com roupa quente. Outra coisa: folhas de coca, o Salar está a 4.850m de altitude, então dá falta de ar sim e um pouco de tontura. Depois do café e de andarmos um pouco entre os monges, fomos para o que era mesmo o Salar de Tara. É lindo! Não o mais lindo de todos os passeios, mas todo o percurso é encantador, o deserto é demais!!! Chegando em San Pedro, tinha um almoço esperando por nós num dos restaurantes da vila. 

 

À noite, às 20h, saímos para o Tour Astronômico. É LINDO DEMAIS!!! O Atacama é considerado o melhor lugar para observação do céu, devido à pouca luz. Então imaginem o céu estrelado, mas não só estrelado, dava pra ver a via láctea todinha kkkkkk sou bem leiga nisso, sorry, mas é surreal, podem acreditar. No passeio tem guia em espanhol e em inglês que nos explicou, durante 1h mais ou menos, muitas coisas sobre o assunto. Pelo telescópio conseguimos ber Jupter e Saturno (com os anéis e tudo). Não é láá tão nítido, mas mesmo assim é muito interessante.

 

Obs.: passei frio kkkk então vão de casaco, touca, luva e meia grossa.

 

 

4° dia: dia do passeio que mais queria fazer: Lagunas Altiplânicas!!Saímos às 7h, também um passeio com início de manhã até meio da tarde, por ser bem longinho de San Pedro. A primeira parada foi com vista para uma das Lagunas da região (não a mais conhecida) para tomarmos o café da manhã. Bem alimentados, pegamos a estrada rumo às Lagunas Miscanti e Miñiques. O lugar é uma pintura, principalmente a Miscanti. Passeio do time dos "tem que ter"!! Voltando para San Pedro, de novo tinha um mega almoço com vinho nos esperando!

 

Chegamos umas 15h e fomos para a Rua Caracolles (principal) para alugarmos uma bike. Como estava no final da tarde, o tio nos fez o aluguel por 2.500 pesos. Equipados com a bike, fomos até outro lugar que estava mega ansiosa para conhecer: a Libreria del Desierto (link com a localização). Que lugarzin minha gente!!! Apesar de ter ficado com um pouco de medo e achar que tínhamos nos perdido, valeu a pedalada!!! Não só pelos livros, que sou apaixonada, mas o lugar e capricho da família responsável pela livraria são muito especiais, fiquei encantada.

5° dia: dia que madrugamos, agência nos pegou às 5hr para irmos aos Geysers el Tatio! Que frio foi aquele Jesus Coroado?! kkkkk Vão com muita roupa, sério! Os guias falaram que estava -10c° de sensação térmica, tive que ir pro carro esquentar os pés no aquecedor kkkkk Tomamos café por lá, congelando os dedinhos e depois, ainda tivemos coragem de entrar na água termal! Bora curtir a experiência né mores.

Na volta para San Pedro, tivemos uma grande parada surpresa hehe Conhecemos o Povoado Machuca, um vilarejozinho antigo e muito lindo! Tem construções antigas e uma igreja muito charmosa. Comemos espetinho de Lhama (mimimi) e encontramos uma Lhama baby coisa mais lindinha da vida!

Nesse mesmo dia, no final da tarde, fomos conhecer as Termas de Puritama. Uma dica: optem por esse passeio na parte da manhã. Final da tarde não tinha mais tanto sol, então para sair e entrar da piscina termal e trocar de roupa, era um frio do cassete!!! Além de ter congelado na hora do coquetel né, por causa do vento, sorte que o guia me emprestou um casaco. Apesar disso, façam o passeio, o lugar é lindo!!! Um oásis no meio do deserto.

E então no outro dia, nos despedimos do Atacama, rumo à Bolívia, até o Salar de Uyuni. Isso já é tema para o próximo post hehe. Abaixo deixo algumas considerações (ui que phyna) sobre o lugar, sobre o que levar e sobre nosso hotel e nossa agência escolhida:

 

- O povo do Atacama respeita MUITO tudo o que eles tem, toda a natureza e todos os pontos turísticos! Não despreze, jogue lixo ou avacalhe com uma pedra se quer. Eles levam isso muito a sério, tanto que o passeio Piedra Rojas continua fechado para visitação.

- Cada ponto turístico pertence à uma "tribo" local e eles mandam na porra toda, então se eles decidem fechar, ta fechado, se decidem abrir, ta aberto. VAMOS RESPEITAR!!!

- Adorei a época que fomos, mês de maio, não choveu, não nevou, fazia bem frio de manhã e a noite, mas suportável, estradas todas liberadas e mil maravilhas.

- Faça sua farmacinha: hidratante labial, corpo, rosto e mãos, soro para o nariz, remédios básicos, curativos e etc. Folha de coca realmente ajuda, então tenha seu estoque, amigo.

- Você vai usar bastante banheiro Inca - moita mesmo. Leve papel higiênico ou lencinhos na mochila.

-MOEDA: só levamos dólar para pagar o hotel e ganharmos isenção na taxa de serviço. De resto, levamos tudo real e trocamos em uma casa de câmbio em Santiago e conforme íamos precisando, trocamos em San Pedro (pouca diferença de valor).

- Levem um adaptador de tomada (esqueci e tive que comprar um lá).

- Nosso hotel foi um médio/caro, (não foi simples decidir hein, mana), adorei o nosso, deve ter melhores, por bem mais grana, e deve ter mais baratos, mas beeem mais nativos. Ficamos no Hostal Lickana, quarto simples e bom, chuveiro mara, localização mara. 

- Para TODOS os passeios fechamos com a agência Araya (segue link novamente) e foi topíssimo!!! Os guias eram ótimos e pontuais. Todos os passeios tinham refeição, e comidas ótimas hein, com direito a vinho e tudo!! Isso ajudou muito na economia e no tempo, tivemos que ir atrás de lugar para comer só umas três vezes. Desde o início, contratamos aqui pelo Brasil mesmo, foram sempre muito atenciosos. A Roberta, que nos atende por whats e e-mail, é tipo uma Siri do Iphone, nunca vimos kkkk mas sempre muito prestativa para tirar dúvidas e etc. SUPER RECOMENDO!

 

 

O Deserto do Atacama é encantador, só indo para saber! É libertador, surreal e inesquecível. Dedico esse post a esse lugar que me ensinou tanto.

 

Espero que tenham gostado e que ajude quem está planejando essa trip. Qualquer dúvida, adoro ajudar, podem me mandar e-mail ou direct lá no insta @mariahhrodrigues mesmo.

 

Grande beijo, 

Mariah

 

Please reload