Criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey

Conhecendo Washington D.C. durante uma escala

September 16, 2019

Tá aí uma forma de conhecer um novo lugar e sem valor adicional em sua passagem: escala. Sim! Escalas longas podem não ser só uma chatisse de espera no aeroporto, mas sim uma oportunidade de visitar uma cidade nova. Foi o que fizemos na última viagem ao Canadá + EUA: escolhemos a passagem com maior tempo de escala em Washington D.C. e assim conhecemos o principal da city. Valeu super a pena, já que gastamos quase nada, pois os passeios foram todos free e utilizamos transporte público para ir e vir do aero. Nesse post conto como foi esse dia corrido, mas muito bem aproveitado...

   Começando com detalhes do voo: chegamos em W.DC às 7h30 e o voo de saída para Toronto era às 17:30, entããao, teríamos até umas 14h30 para passear pela city antes de voltarmos ao aeroporto. Como era uma escala, não ficamos com a bagagem, a mala sai de um voo e despacha-se para o outro em seguida, o que ajuda bastante.

 

   Saindo do aeroporto, bem em frente a porta de desembarque, tem um ponto de ônibus, e ali pegamos o metrobus 5A, na linha 2E, passagem custou $7,50. Essa linha tem vários pontos de descida no THE MALL, nosso destino para conhecer os principais pontos da cidade.

 

   Conhecer Washington por escala foi bem fácil, já que os pontos turísticos estão em um complexo chamado THE MALL. São alguns quarteirões onde estão os museus, memoriais e construções do governo americano. Já tinha montado o roteiro e escolhido os lugares que queríamos conhecer, o que fica como dica: selecionam o que querem visitar antes da viagem, principalmente quando o tempo no lugar é curto, assim você otimiza e foca no que realmente vai gostar.

 

Segue abaixo mapa dos lugares que conhecemos e link com as localizações (click na imagem).

     Para iniciar as atividades, descemos do bus perto do Capitólio. Como não tínhamos tempo, não marcamos visita, mas quem tiver interesse consegue marcar no link https://www.visitthecapitol.gov/ ou tentar sorte no dia da visita. Nós só passamos em frente mesmo para ver de perto e tirar fotos, a construção é lindíssima.

    Logo atrás tem a Biblioteca do Congresso, que fiz questão de ir, já que sou apaixonada por livros. Além de linda, é interessantíssimo conhecer: conta com mais de 155 milhões de itens - entre eles, uma das quatro cópias da Bíblia de Lutenberg - o que faz dela a maior do mundo em espaço e acervo, além de ser a Instituição cultural mais antiga dos EUA. Entrada free!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Depois de dar um rolê na biblioteca, partimos para o outro lado do The Mall. É uma cidade lindíssima para fazer as coisas a pé - bike e patinetes estilo "self service" é uma ótima opção também e tem por todo o The Mall. Na outra ponta, fomos até a Casa Branca, mas vimos de longe, já que tem portões e um extenso jardim. Também só passada, um oi de longe pro Trump, foto e continuamos a andança...

    Mais abaixo, passamos pelo Obelisco, aquela torre alta, construída como um memorial a George Washington, entre 1848 a 1885. Dali, margeamos o espelho d'água do parque e fomos até o Lincoln Memorial, onde tinha muuuita gente olhando a escultura de 9m (está sentado em um troco dentro do monumento da foto abaixo).

     Seguimos batendo perna até outro memorial, o de Martin Luther King, Jr, com uma escultura de 9m à margem de outro lago do parque, chamado Tidal Basin. Essa homenagem foi entregue por Obama, em 2011, e fica perto do local - Lincoln Memorial - onde fez seu famoso discurso "I have a dream", em 1963 - lindíssimo, diga-se de passagem.

     Ao redor desse mesmo lago, há muitas árvores cerejeiras - presentes do Japão, de 1912. Infelizmente estávamos em uma época sem flores, mas caminhando por lá, só fiquei imaginando o quão lindo deve ser na primavera. Um complemento: todo ano, entre março e abril, há o Cherry Blossoms Festival, período em que florescem e toda a margem do lago fica cor de rosa.

      Do lado oposto ao monumento de King, está o Jefferson Memorial, um panteão que abriga a estátua de bronze de 5,8 m de Thomas Jefferson. Esse, só admiramos de longe, pois tínhamos pouco tempo e ainda queria conhecer um dos museus da cidade.

 

Curiosidade: Washington e Jefferson foram, respectivamente, primeiro e terceiro presidentes dos EUA, dois dos sete fundadores do país. Já Lincoln, foi o 16° e liderou o país durante a Guerra Civil, que acabou com a escravidão.

 

     Antes de voltarmos ao aeroporto, fomos ao US Holocaust Memorial Museum, o escolhido de minha parte, já que sou fascinada pelo assunto "Segunda Guerra Mundial". Washington DC tem muitos e muitos museus quase todos gratuitos. Confesso que não sou muito de museus, mas para quem gosta, creio que precisaria de uns dois dias para conhecer os principais. Sobre o do Holocausto, adorei conhecer, muito tocante e impactante. Vale ressaltar a organização e capricho desses lugares nos EUA, eles são muito caprichosos em relação a conservação da história. Para entrada, pagamos US$1, nos inscrevendo no site.

     Passamos um tempo no museu e de lá partimos para a estação de metrô para voltarmos ao aeroporto. Tivemos dificuldade para acharmos a estação e uma linha que levasse o mais perto possível e aí um cara na rua se ofereceu para nos ajudar e nos levou quarteirões a fio até a estação, foi de uma gentileza gigantesca! Mesmo assim, paramos o mais próximo possível do aero e pegamos um Uber pois, pelo que entendemos, não teria estação bem dentro do aeroporto.

 

       Chegamos sãos e salvos para pegar nosso voo a Toronto! Washington DC foi uma cidade que realmente gostei de conhecer e é uma que foi pra lista "voltar". É uma cidade linda, um capricho, com muitos passeios de graça e cheia de história. Está pensando em ir aos EUA? Veja se a Washington DC é caminho e tente um voo com escala e aproveite para conhecer! Ahhh, tem muita gente que faz bate e volta de NYC até lá, uma boa opção também!

 

      Espero que tenham gostado, mais dicas, podem me mandar recadinho aqui ou no Insta @mariahrodrigues, um beijo!

 

 

Please reload