Rolês em SC: Lagoinha do Leste e outros

March 25, 2020

Santa Catarina é um dos estados mais lindos do nosso Brasilzão e eu tenho o privilégio de VIVER AQUI há 20 anos maaaas, assim como a maioria, quase nunca aproveitei todas as belezas daqui além da praia que eu moro, Itapema. Nos últimos 2 anos, mudei um pouquinho e peguei uma listinha de uma amiga com "Lugares para conhecer em SC" e já conheci alguns: Trilha da Lagoinha do Leste - Matadeiro e Pantano Sul - em Floripa, Rota das Cachoeiras em Corupá, Trilha Costeira de Zimbros e Praia do Cação, essas duas em Bombinhas e conto tudo nesse post, olha aí!!!

 

Trilha Lagoinha do Leste - começando pela Praia do Matadeiro

e terminando pelo Pântano Sul + Morro da Coroa

 

   Quando se fala em "Trilha da Lagoinha do Leste" logo vem à cabeça a pedra pontuda que fica no Morro da Coroa, famosa pelas fotos que a galera tira e essa pedra, geralmente, é o objetivo final do passeio. Para chegar nela há dois caminhos: um mais curto, começando a trilha pelo Pântano Sul, que deve levar 1h e pouco e outro beeem longo, pela Trilha da Praia do Matadeiro, que você pode fazer vai e volta ooou começar por ela e descer pela Trilha Pântano Sul - foi a opção que eu e uma amiga escolhemos. 

Sobre a trilha: puxada! Como fizemos "completa", foi bem demorado, pegamos bastante barro nas partes de mata fechada e como subimos o Morro da Coroa pelo lado da praia da Lagoinha, deu um medinho, já que a subida é bem íngreme e com pedras soltas. Já a descida pelo Pântano Sul foi bem tranquila, mata fechada, mas muitos degraus, o que abusou um pouco dos joelhos.

   Se você também optar por fazer a trilha Matadeiro, vá preparado! Levamos quase 6 horas da saída da Praia Armação (lá no topo do mapa) - onde deixamos o carro - até finalizarmos na saída/entrada da Praia do Pântano Sul (aqui embaixo no mapa) - onde pegamos um Uber pra voltarmos pro carro.

   Vá com roupas confortáveis e sapato adequado, que possa sujar. Uma boa parte da trilha Matadeiro é totalmente aberta, então leve protetor solar e pra área de mata, leve repelente! Como são horas de trilha, dá-lhe garrafinhas de água, levem também um lanchinho e frutas, já que só encontramos uma barraquinha de açaí no final da praia da Lagoinha e porque fizemos em janeiro, alta temporada, ou seja, nem considere que tenham lugares para comprar algo. (Essas recomendações servem para todos os passeios desse post).

 

 

Rota das Cachoeiras - Corupá

 

   Com 1.153,66 hectares, a RPPN – Reserva Particular do Patrimônio Natural – Emílio Fiorentino Battistella, conhecida como Rota das Cachoeiras, conta com 14 cachoeiras ao longo de uma trilha localizada em meio a uma das últimas áreas de mata Atlântica de Santa Catarina e fica na cidade de Corupá, a 22 km de Jaraguá do Sul.

Sobre a trilha: dificuldade de nível moderado. Apesar de ter vários trechos com elevações e degraus, que exigem algum preparo físico, há muitos lugares para descanso, além das paradas para apreciar e tirar fotos das cachoeiras. São quase 3 km percorridos e leva cerca de 4 horas da primeira até a última cachoeira, ida e volta - dependendo do seu preparo e tempo para banho e fotos.

   Falando em banho, desde 2009 não é permitido entrar nas cachoeiras, exceto na de número 7, chamada Cachoeira da Confluência. Nas de mais, somente observar mesmo e já vale, porque o trajeto todo é lindíssimo e não dá pra decidir qual a mais linda, porém a última, sem dúvidas, é a que impacta mais, chamada Salto Grande, com 125 m de altura, a 643 msnm de altitude e aí, todo o esforço para chegar é recompensado.

Importante: Verão (Novembro a Fevereiro) - saída para a trilha das 07h30 às 15h e Inverno (Março a Outubro) - saída para a trilha das 07h30 às 14h. O ingresso custa R$ 20,00 e é vendido em um mercadinho da cidade localizado um pouco antes de começar a estrada de chão que dá acesso à entrada da trilha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cachoeira da Praia Triste 

Trilha Costeira de Zimbros

 

   Ta aí um lugarzinho especial, porque é pequeninho e escondidinho, cheio de charme e principalmente porque foi onde eu tomei MEU PRIMEIRO BANHO DE CACHOEIRA DA VIDA!!! E é o que dizem: um banho de descarrego, que lava a alma (e geladooo pra caramba kkk). Essa cachoeira fica em uma das praias de Bombinhas e nós optamos por deixar o carro em Zimbros e depois seguir a pé até a cachoeira (conforme mapa). A pé, você deve ir até a Praia Triste e ali, no meio do mato (mais ou menos na metade da praia) tem a entrada pra trilha até a cachu. ATENÇÃO: não há sinalização (no dia tinha um galão de água demarcando a entrada, mas não deve estar la mais) e não tem muito como eu explicar onde entra (que blogueira hein) hahaha, sorte que apareceu alguém na praia e perguntamos, mas vai na fé que dá boa.

   Sobre a trilha: É tranquila, bastante espaço aberto e plano, passa por várias prainhas desertas que vale a parada para um lanche e pega mata mais fechada somente quando entra pra trilha da cachoeira. Tem alguns trechos um pouco perigosos, com buracos e tal, mas nada impossível. 

DICAS: vá em grupo de três ou mais pessoas. Poucos fazem esse passeio, então o caminho é bem deserto. Vão cedo: chegamos na cachoeira umas 9h30, eu e as amigas aproveitamos muito ela vazia e umas 11h30, quando começamos a nos ajeitar pra voltarmos, começou a chegar um povão. Lá é bem pequeno, se ficar lotado, a vibe já não é mais a mesma haha

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Praia do Cação - Bombinhas

 

   Eita, que esse passeio rendeu comentários e perguntas no Instagram. E não é pra menos, a Praia do Cação é um paraíso!!! Uma prainha escondida, pequena e com acesso somente por trilha ou pelo mar e que mar... De um verde/azul lindíssimo, calminho, PERFEITO para um mergulho e ainda tem um "trampolim" pra deixar o rolê mais incrível!!!

   Se é escondido, como chegar? Vou tentar explicar hahaha Coloque no GPS "Praia da Tainha". Quando você chegar no Restaurante Bora Bora Club, em Canto Grande, vai ter uma placa - Praia do Cação/Porto do Vô - indicando uma subida à uma estrada de chão. Nessa estrada você vai seguir por um tempo, passar pelo Mirante 360 graus e depois de mais estrada, lá em cima, vai ver outra placa para entrada a Praia Porto do Vô, perto disso vai ter uma que diz "Acesso à Praia do Cação", mas ali é uma descida para alugueis de caiaques e chegar à Cação pelo mar. Se não é o que você quer, a partir dessa placa, você deve seguir mais um pouco na estrada, pegar a esquerda e deixar o carro por ali. Dali você segue para a direita e vão ter umas casas, você vai ter que entrar em um terreno que tem um portão grande de madeira no fundo. Nesse portão de madeira, à esquerda, você vai ver a entrada pra trilha (deu pra entender?).

 

Sobre a trilha: só fica mais complicada quando vai chegando perto da descida à praia, tanto que há muitas cordas nas árvores para apoio. Para chegar à areia, tem uma escada e cordas penduradas e num cantinho escondido, depois que você desce a pedra, tem uma escadinha para não precisar descer direto na água (to avisando, porque eu não vi e desci por um barranco haha). 

   Falando nisso, aí vão algumas dicas: não é uma praia para farofar, ou seja, leve só uma mochila com suas coisas de praia... no máááximo um guarda-sol. Nada de cadeiras, cooler muito menos. Mas por quê? Porque é muita função você descer uma pedra segurando uma corda em uma mão e na outra carregar um cooler pesado hahah

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   E é isso galera!!! Aqui na região, eu já fiz também a Trilha do Morro do Macaco, mas há mais tempo, então não lembro de muitos detalhes. Farei de novo qualquer dia e coloco num próximo post reunindo mais lugares incríveis que conhecerei aqui em Santa Catarina.


  Aos que moram aqui em SC: APROVEITEM tudo isso que temos ao nosso redor... praias, trilhas e cachoeiras, nós moramos em um paraíso e não precisamos nem sair do estado para conhecer lugares lindíssimos!!!

 

  Pra finalizar, uma dica e um pedido: A TODOS ESSES PASSEIOS, LEVEM UMA SACOLINHA PARA FAZEREM DE LIXO OU GUARDEM NA PRÓPRIA MOCHILA ATÉ CHEGAREM EM CASA, MAS NUNCAAAA JOGUEM O LIXO NA NATUREZA, POR FAVOR. Acredite, a gente vê muita coisa jogada no mato, nas pedras e é triste! São nossos deveres preservar e manter limpos esses lugares incríveis!!!

 

Um beijo,

Mariah

 

 

Please reload

Criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey